‘Gemidão do zap’ deixa dois feridos em escritório de Curitiba

‘Gemidão do zap’ deixa dois feridos em escritório de Curitiba

Um episódio que segundo o remetente era promover o riso, deu lugar ao caos, pânico e lágrimas. Proibido em mais de 130 países, o ‘gemidão do zap’ como é chamado quase fez vítimas fatais nesta segunda-feira (30), em Curitiba.

Tudo começou quando Josias Ferreira, gerente do escritório do ramo imobiliário “Divinos sonhos” decidiu criar um grupo de WhatsApp o que, segundo ele, iria criar mais intimidade entre os funcionários. “Pensei que seria um lugar de troca de experiências profissionais, jamais imaginei que seria de gemidos”, revelou com lágrimas nos olhos. Josias alega que o grupo perdeu o foco e que não foi falta de aviso.

O gerente disse ainda que percebeu na semana passada que teria de conversar com alguns integrantes da empresa, pois vários clientes haviam questionado o atendimento da empresa. “Alguns clientes disseram inclusive ter recebido áudios com as falas ‘ããããããnnnn ounnnnn hãããnnn’ o que é completamente inadmissível. Por isso, marquei de conversar com toda a equipe na segunda de manhã, que no caso seria hoje.”

Em mais de 20 anos na área, a empresa que sempre buscou proporcionar sonhos, viveu o maior dos pesadelos. Funcionários da empresa disseram que parecia só mais um dia normal, até que um deles recebeu um áudio suspeito em seu celular. Colegas de trabalhos em maioria imploraram para que o mesmo não fosse reproduzido, porém o consultor Silvinho não deu ouvidos.

“Estava todo mundo dando risada, mas por saber que teríamos reunião no mesmo dia, pensávamos que ninguém teria coragem de enviar o áudio no grupo. Silvinho tinha acabado de fazer café, estava quente e ele ainda havia derrubado no chão. Ao abrir o áudio, ele acabou jogando a caneca para cima derrubando café em seus olhos e ainda acertando outra funcionária. Foi um susto muito grande”, disseram colegas de Silvinho.

Os dois funcionários tiveram ferimentos leves.

Nos próximos dias, votação na câmara dos deputados deve decidir sobre a legalização do gemidão do zap em território nacional – proibido em mais de 130 países.

Mais informações a qualquer momento.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *