Tráfico de arroz cresceu 58% no país, aponta relatório

Tráfico de arroz cresceu 58% no país, aponta relatório

De acordo com o relatório do INDPA (Instituto Nacional de Pesquisas de Arroz), o tráfico de arroz cresceu 58% no mês de Setembro.

Desde o aumento notório do preço, instituições de segurança foram acionadas todos os dias. Segundo relatório, ao menos 1 vez ao dia as autoridades são acionadas para averiguar denúncias de tráfico de arroz. As cidades mais afetadas ainda não foram divulgadas.

Em um papo breve, nossa produção conversou com a mãe de um dos investigados: “É todo dia isso! A gente cria um filho desde pequeno, dá amor e carinho e quando vê, ele está viciado! Ou pior, participando de esquemas de vendas de arroz. É muto triste”, disparou Soninha, mãe de Kaleb – foragido da polícia por tráfico de arroz.

A engenheira de 49 anos, Soninha, ainda revelou que desde criança achava estranho o apreço de Kaleb por arroz doce: “Aquilo não era normal. Mal sabia eu que aquilo viria ser a raiz de todo mal”, revelou.

Autoridades revelaram que este novo campo dificulta a busca por traficantes de drogas: A gente pensa que é droga e quando vê é arroz. Fica difícil, mas claro que tudo tem limite”, finalizou Beiçola, responsável pelas equipe de estratégia da polícia

O governo federal anunciou que o preço do arroz deve diminuir, assim que possível – mais informações a qualquer momento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *